National

Boticas Natureza e Biodiversidade

Coordinator: CM Boticas
UTAD/CITAB Coordinator: António Augusto Fontainhas Fernandes

O Projecto do Parque Natureza e Biodiversidade de Boticas pretende constituir uma referência básica para o desenvolvimento rural sustentável em áreas de montanha. Para tal fim, a área seleccionada pretende ser um centro modelo deste desempenho básico, concentrando os esforços num mesmo espaço no qual será possível reunir todo um conjunto de informações e mecanismos de gestão ambiental que contribuam para a dinamização da região montanhosa barrosã e, ao mesmo tempo, para o estímulo da auto sustentabilidade energética da mesma.

A área de intervenção correspondente ao Parque Natureza e Biodiversidade, em Boticas, está inserido no vale do Rio Beça, e implantado sobretudo na sua encosta voltada a nascente, onde existe um núcleo construído pertencente aos serviços Florestais. Actualmente os terrenos que se propõe pertencer ao parque comportam tipologias de associação vegetal muito diversas: na margem esquerda do rio Beça existe actividade agrícola, predominando o lameiro nas linhas de drenagem natural e zonas baixas. Na margem direita predomina a ocupação florestal de resinosas, especialmente de pinheiro-silvestre.

Apresenta ainda características que determinam um potencial para vir a reencontrar uma harmonia entre os vários elementos, criando assim uma nova imagem associada aos conceitos de Natureza e Biodiversidade, preservando as características mais valorizadas, como a relação com o espaço produção e com as matas adjacentes, a sua integração um importante corredor ecológico associado ao sistema húmido, o valor etnográfico e de educação ambiental, o valor recreativo e o seu potencial disseminador de boas práticas.

Já os principais objectivos a alcançar no desenvolvimento do Projecto para o Parque Boticas Natureza e Biodiversidade passam pelo ordenamento do espaço em termos de tipologias de uso; tipologias de revestimento vegetal; definição de espaços de recreio, estadia, circulação pedonal e rodoviária, tirando-se partido de locais com boa exposição solar considerando-se também critérios de capacidade de carga do território; pela contribuição no sentido da valorização e promoção do verde contínuo, com objectivos do aumento da qualidade ambiental, criação de corredores de vegetação que promovam a diversidade biológica ao longo das linhas fundamentais do território, constituição de cortinas arbóreas capazes de delimitarem bacias visuais com elevada qualidade paisagística e reorganização de áreas pavimentadas e eixos visuais estruturantes, recuperação de infra-estruturas e edifícios para novas funções.

As soluções apresentadas seguiram princípios de intervenção mínima, forte adequação às características biofísicas e culturais da paisagem de montanha, de modo a potenciar os valores de qualidade da paisagem

Project Details

Status

Concluded

Start date

Janeiro 2010

Duration

24 months

Funding

ON2/QREN 3º QCA